06/01/09

Novo ano + coro dos maus alunos

Depois de um pequeno período de descanso natalício, o TPN entre cheio de energia no ano de 2009. E, acima de tudo, cheio de projectos. Vamos continuar a apresentar os dois espectáculos em carteira Fotos do Fogo e O Fantástico Mundo de Alice pelos mais diversos espaços de teatro do país. Aliás, o TPN estará representado com as 'Fotos do Fogo' na edição de 2009 do Festival Nacional de Teatro de Amadores (21 Fevereiro, Póvoa do Lanhoso).

Também, já em Fevereiro, irá iniciar-se mais uma edição da Oficina de Teatro. Já no seu 22º ano de realização, esta acção de formação é um dos projectos mais queridos do TPN - e donde vêm boa parte do elenco do grupo. Fique atento - em breve mais informações!

Mas 2009 é também ano de estreia. Já em Abril, irá estrear a 30ª produção do Teatro Passagem de Nível:

Este espectáculo é produzido no âmbito do projecto PANOS da Culturgest (mais infos aqui), e tem como principal característica ter um elenco constituído, na sua totalidade, por jovens. O autor do texto original (e inédito) é Tiago Rodrigues, também ele um amadorense.

O coro dos maus alunos é a história de um professor contada pelos seus alunos. Pretende ser uma história sobre o poder transformador do ensino, sobre o crescimento intelectual e humano de um grupo de jovens inspirados por um professor invulgar e sobre a ameaça que o pensamento livre constitui para um sistema escolar burocrático e desumanizado, onde os valores democráticos são apenas uma fachada. É também uma história sobre o preço a pagar pela procura da verdade.

Ao longo da peça, um grupo de alunos relata o processo de expulsão do seu professor favorito. Um professor mais preocupado em ensinar os seus alunos a pensar do que a serem capazes de debitar o programa curricular. Um velho professor de filosofia com uma “alma jovem”, fã de controvérsias e promotor do espírito crítico dos seus alunos em relação à escola. Acusado de “confundir os alunos” e de manter com eles relações que ultrapassam os limites de uma relação entre professor e aluno, o professor é submetido a um processo onde as suas acções são esmiuçadas e examinadas. Impotentes perante o julgamento e punição do seu professor, resta aos alunos registar e tornar pública a injustiça que testemunharam. No entanto, é necessário primeiro garantir que são ouvidos por todos. (tiago rodrigues)

2 comentários:

  1. Teresa Tenente12/1/09 15:33

    Parabéns Teatro Passagem de Nível...
    Teresa Tenente

    ResponderEliminar
  2. Companheiros de palco, o ano passado tivemos o privilégio de ser escolhidos para pisar o palco da Culturgest com a peça ADN, de Dennis Kelly. Este ano, andamos nestas andanças novamente com duas peças, o Refuga e o "O Coro dos Maus Alunos", tal e qual como vós!
    Desejamo-vos muita sorte!
    Seria interessante trocarmos contactos!
    Passem pelo nosso blog:
    http://teatro-animal.blogspot.com/
    Abraços e Beijinhos, do AN!MAL Grupo de Teatro Juvenil de Santarém

    ResponderEliminar